sábado, 28 de março de 2009

O Concurso de Bigodes

de Joana Teixeira 6ºA Nº10

Nas suas saídas nocturnas habituais, António Macieira, mais conhecido como Toninho, passou pelo seu café preferido, que pertencia ao seu grande amigo Marinho.
Ao entrar no café, achou estranho a agitação e a animação, pois as risadas só começavam quando Toninho lá estava.
- Então meus camaradas? O que se passa para tanta animação?
- Nada, temos de ir andando, vemo-nos amanhã, Toninho. – e lá foram no meio de assobios e canções.
Toninho estranhou e decidiu ir atrás deles para saber o porquê da animação, mas quando saiu do café já não havia sinais de pessoas na rua. Mas Toninho não estava disposto a voltar para casa ouvir a mulher barafustar e os filhos a chorar, a berrar e a bater com a cabeça na parede. Refugiou-se então num pequeno terraço rodeado de árvores e iluminado por um semi-aceso poste de electricidade.
Passado algum tempo, Toninho, já farto de remoer no assunto, pegou, de um pequeno caixote do lixo, no jornal da região de Canudo: “o Canudiense” e reparou num pequeno anúncio colorido: “Concurso Regional de Bigodes, Prémio: Grande Kit de Bigodes. Não faltem. É já amanhã na Rua das Pereiras”.
Toninho arqueou as sobrancelhas e exclamou:
- Aqueles cobardes mentirosos esconderam-me um evento desta importância com medo de perder. Amanhã irão ver!
Voltando a casa muito excitado, Toninho só pensava no concurso. No entanto, o medo foi-se apoderando dele e então ele não resistiu e usou uns químicos para fazer crescer o bigode.
No dia seguinte o seu bigode estava enorme, sendo difícil arranjá-lo para ir ao concurso. Mas Toninho tinha de ir, tinha de ganhar. Então lá fez um penteado para o bigode impressionante e, em cima da hora, lá chegou ao concurso.
O concurso estava desorganizado e com pouco público mas os concorrentes eram bons, especialmente Toninho que foi louvado por todos e aclamado como justo vencedor.
Mas foi comprovado o uso de químicos num controlo anti-doping e o 1º prémio foi entregue a Manuelino, o maior rival de Toninho que se gabou até toda a gente se fartar. Toninho, muito irritado, teve de voltar para casa e ouvir a mulher barafustar e os filhos a chorar, a gritar e a bater com a cabeça contra a parede, sempre com esta ideia em mente:
- Eu teria ganho!

8 comentários:

EMEB Egles Gabas disse...

Passei pra fazer vistinha..amei tudo.Pretendo voltar,ok?

tyago disse...

ta fixe mas o ke eu gostei mais foi do nome toninho axx:tiago 6ºd
nº27

tyago disse...

o setor eu volto ok?

n me eskeço

carlos disse...

fineeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

rafaelteixo disse...

OH setor tem aqui textos espetaculares para Ricardo Carvalho de Rafael 5ºH da escola do pinheiro

ruipinto 5a n20 pinheiro disse...

gostei mto do txto concurso de bigodes

Jorge disse...

ta muito fixe!!!!!!!!!!!!

Adorei!!!!!

Anónimo disse...

Uauhhhhhh está mesmo altamente

até dá arrepios de ver...



...ou melhor de ler

:)